4 Indicadores Financeiros Essenciais ao seu Negócio

Tempo de leitura: 10 minutos

Indicadores Financeiros Empresariais

Indicadores financeiros

         Para começar, vou direto te fazer 4 perguntas que os  indicadores financeiros empresariais  tratados neste artigo, poderão te ajudar a responder:

  •  Qual valor do Ticket Médio de suas vendas?
  •  Quantos produtos ou serviços você têm que vender para pagar suas despesas fixas?
  •   Qual Margem de Contribuição? (e o que é isto)?
  •   Qual a lucratividade do seu negócio?

Neste artigo sobre indicadores financeiros vou explicar como você pode obter estas respostas com ações simples. Também vou apresentar 4 indicadores financeiros essenciais para você monitorar como anda a “saúde” financeira do seu negócio.

Antes, quero te falar que em um artigo que escrevi aqui (O que não se mede não se pode gerenciar) falo da importância, de haver um acompanhamento de indicadores em seu negócio, é altamente recomendável que você leia.

Acompanhar resultados, é verificar onde estamos em relação a determinado objetivo. Se durante uma jornada sabemos como está indo nosso desempenho, temos uma grande oportunidade de corrigir possíveis problemas e buscar soluções enquanto é tempo.

Não se preocupe, vou explicar de forma simples mais a frente cada um dos 4 Indicadores Financeiros, e isso vai possibilitar você ter uma visão mais clara das finanças do seu negócio.

Continue a ler este artigo para saber mais sobre os Indicadores Financeiros:

  1. Ticket Médio
  2. Margem de Contribuição
  3. Lucratividade
  4. Ponto de Equilíbrio

 

* TICKET MÉDIO

Ticket Médio de Vendas - indicadores financeiros
Ticket Médio de Vendas

         # O que é?

O primeiro dos  indicadores financeiros que vamos analisar é: É o valor médio de vendas feitas por seu negócio em um período.

        Para que serve?

          Este indicador financeiro, mede o desempenho das suas vendas, para que você tenha ideia qual é o valor médio por venda realizada… Assim pode utilizar nos seus planejamentos estes dados para ser mais assertivo. 

        # Como calcular?

É um cálculo muito simples.

 

  1.         Você escolhe um período para analisar, por exemplo um mês.
  2.         Soma o valor total das vendas realizadas
  3.         Soma a quantidade de vendas
  4.          Divide valor total de vendas pela quantidade de vendas

indicadores-de-desempenho-fundamentais-02

Ok… você quer um exemplo prático. vamos lá!

    Se, em um Determinado mês você alcançou um faturamento de R$ 10.000,00 e neste mês você emitiu 150 cupons fiscais (Notas, recibos, etc.) você vai fazer esta conta:

    Divida R$ 10.000,00 por 150, e você obterá o valor do ticket médio, que seria, no caso, R$ 66,67 (Sessenta e seis reis e sessenta e sete centavos).

Espero que esteja gostando do post, te convido a assinar nossa lista de e-mails,  clicando aqui, (basta seu nome e e-mail) para receber conteúdos exclusivos, que vão impulsionar seu crescimento.

 

* MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO

margem de contibuição

          # O que é?

Tudo bem, eu também concordo que o nome é estranho!!  Mas, acredite vai ajudar muito a você a descobrir qual produto/serviço contribui mais para  pagar as despesas fixas no final do Mês.

Um outro nome que também é conhecida a Margem de Contribuição (MC) é Ganho Bruto sobre as Vendas ou Lucro Bruto.  Aqui trataremos como MC mesmo.

Logo você se acostuma com a nomenclatura dos Indicadores Financeiros.

#Dica1:  Se você ainda não sabe o que são Despesas Fixas/Variáveis/Receitas…  Aconselho a ler este artigo, que além de ensinar isso vai ajudar na harmonia da sua casa, rs (para saber só lendo mesmo).

Saiba mais:  • Custos Variáveis: nas pequenas empresas, podemos afirmar que os custos variáveis referem-se aos valores pagos especificamente para adquirir o que a empresa se propõe a vender aos clientes. Desta forma, para cada segmento de empresa temos: (SEBRAE)

        # Para que serve?

         Ter um conhecimento sobre a margem de contribuição vai ajudar muito na hora de tomar uma decisão, principalmente na escolha de produtos e serviços a serem ofertados aos clientes. 

        Como calcular?

Para que você entenda melhor sombre este indicador financeiro vamos ao fato de que, para poder Vender algo como uma camiseta:

a) Você antes tem que adquirir ou produzir, certo? Isto tem um custo.

b) Além do mais você tem que pagar impostos sobre esta venda.

c) Despesas que só ocorrem quando se vende como comissão dos vendedores.

 

Depois disso tudo:  Quanto que vai sobrar para você pagar as Despesas fixas da loja ou escritório e ainda ter Lucro?

Então o resultado disto vai ser a Margem de Contribuição (MC)

          MC = VALOR DA VENDA – (custo de aquisição + Despesas para vender + Comissões + impostos)

Simplificando

MC

MC = 12.000 –  8.500 (mais abaixo você verá quais são as Despesas Variáveis)

MC = 3.500 (É a margem de contribuição) é o que sobrou para pagar os Custos fixos (aluguel, salários) e ainda o Lucro.

Para guardar na memória:

     Encontra-se o MC ao se deduzir valor da venda do produto/serviço, todos os custos e despesas variáveis.
     Quanto maior for a margem de contribuição, menor é o esforço de venda necessário para chegar ao Equilíbrio Financeiro (que vamos ver mais a frente)

* PONTO DE EQUILÍBRIO

balança - indicadores financeiros

          # O que é?

        Ponto de equilíbrio (do inglês: break-even-point), é um indicador financeiro que busca apresentar qual é o ponto que é seguro ao negócio… Em outras palavras, quanto temos que vender para não ter prejuízo?

       # Para que Serve?

           O ponto de equilíbrio: mostra (utilizando mais uma vez o exemplo das camisetas) quanto é necessário vender para que as receitas se igualem aos custos. A partir de quando as Receitas Previstas se igualam aos custos.

          Para o ponto de equilíbrio, quanto mais baixo for o indicador, menos arriscado é o negócio. 

          Ele demonstra qual o faturamento mínimo para a empresa não ter prejuízo

      # Como Calcular?

       Pode se encontrar o ponto de equilíbrio após a divisão do total de despesas e custos Fixos pelo percentual de margem de contribuição (que calculamos ali acima)
      Logo, se consideramos que o Total das Despesas e Custos FIXOS é de 1.950  Mês  e  a nossa Margem de Contribuição  3.500

E aplicarmos na Fórmula

 

PONTOdE

Se substituirmos os valores:

Ponto de Equilíbrio = (1.950 / 3.500)  x 100

Ponto de Equilíbrio =  0,55  * 100 = 55%

Isto quer dizer que no Mínimo que você precisa vender para pagar suas despesas fixas.

Vamos agora fazer uma projeção de Vendas para o Próximo Mês de 25.000 (Vinte e cinto mil) qual seria o total que teremos que vender para não ter nem lucro e nem prejuízo (ponto de equilíbrio?)

 Vamos praticar... Valor de venda Previsto R$ 25.000

Percentual de Nosso Ponto de Equilíbrio = 55%

O valor que devemos no mínimo vender é:   25.000 x 55% =  R$ 13.750 (para não ter nem lucro nem prejuízo)

Dúvidas? Deixe nos comentário logo abaixo.

 

 

* LUCRATIVIDADE (Começando a ter liberdade)

Indicadores financeiros.. Ter lucro e poder conquistar a Liberdade Financeira sua e da sua empresa
Ter Lucratividade para Poder Investir e crescer mais e melhor.

 

Poderia colocar aqui acima uma imagem de gráficos para abrir este tópico de Lucratividade, ou até mesmo muitas notinhas de dinheiro, fervilhando na tela.

Mas, eu acredito mesmo, é  que todos queremos é Independência Financeira, e poder começar a crescer e conquistar mais espaço e não só subsistir.

E esta imagem para mim transmite isso. E para o Nosso negócio não precisa ser diferente.

 

Continuando com nossos Indicadores Financeiros…. vamos então aprender sobre Lucratividade

 

#O que é?

A Lucratividade é um Indicador Financeiro que demonstra a eficiência (ou não) e que visa demonstrar qual o GANHO que a empresa tem sobre o trabalho que desenvolve.

#Para que serve?

           Sabe quando em um período se consegue um bom faturamento .. Tudo “indica” que os resultados foram positivos… mas, você acaba percebendo que seu CAIXA está no vermelho? Então..  Isto ocorre, na maioria das vezes,  devido a custos elevados que a empresa têm para comercializar produtos e serviços.

         No caso acima, se vendeu muito porém não sobrou dinheiro, isso indica claramente que há custos altos impossibilitando a sobra do dinheiro.

         Por isso devemos medir a Lucratividade do negócio para saber se estamos conseguindo Pagar tudo e a todos e ainda sobrar para reinvestir e gerar dividendos aos acionistas.

 #Dica [COMPARE] É importante saber qual é a taxa de lucratividade que o mercado tem conseguido, neste mesmo segmento em que você atua. Pois assim, poderá comparar se a taxa que você encontrou no seu negócio está equilibrada com o que os concorrentes têm alcançado.

#Como calcular?

Para obter a lucratividade de um negócio, você precisa Dividir o Lucro Líquido  pelo Faturamento.

A saber que o Lucro Líquido (LL)  se calcula assim.

LL = RECEITAS – (CUSTOS E DESPESAS FIXAS E VARIÁVEIS)

 

Vamos praticar, para poder fixar bem?

Imagine que você vendeu 12.000 reais de camisetas, teve um custo de Aquisição (produto para revenda ou confecção) de 8.000, ainda teve gastos com comissão e impostos sobre vendas de mais 500,00 + gastos com aluguel da loja 150 + salários 1.800).

 

O próximo passo é identificar o que é receita, e o que faz parte dos custos e/ou despesas fixas e variavies.

 

Receita (VENDA 12,000)

Custos e Despesas Variaveis (preço de custo do produto 8.000 + comissões e impostos s/venda 500) = 8.500

Custos e Despesas Fixas (Aluguel 150 + Salários 1.800) = 1.950

Primeiro Calcularemos o Lucro Líquido … Lembra da Fóruma (LL = Receitas – (CUSTOS E DESPESAS FIXAS E VARIÁVEIS))

LL = 12.000 – (8.500 + 1950)

LL = 12.000 – 10.450

LL = 1.550

Fórmula Percentual de Lucratividade  :

Fórmula da lucratividade

Substituindo temos:   Lucratividade = 2.000 /  12.000

Lucratividade =   16,66%

Viu como conseguimos ?  É assim mesmo que temos que fazer; passo a passo; para que você entenda bem o motivo de cada indicador e sua aplicação no dia a dia.

Você pode fazer uma planilha e começar a se beneficiar, eu tenho videoaulas gratuitas, clique aqui para ver quais já estão disponíveis

CONCLUSÃO

dashboards

Ao conhecer estes Indicadores Financeiros, que apesar de básicos são essenciais ao seu negócio, você pode implementar já, e a partir daí elaborar uma boa estratégia e planejamento financeiro.

Para complementar seu entendimento de como fazer um plano, ou até mesmo para que você saiba da importância dele veja também:

 

O maior beneficio para mim, sobre a utilização de indicadores é saber se as ações que foram tomadas agregaram valor ao negócio, e o quão próximos ou distantes estamos de nossos objetivos.

O próprio nome já traz a principal função de um Indicador: INDICAR, MOSTRAR, APRESENTAR… e, com base nas informações tomar melhores decisões.

      Recapitulando

Você viu neste artigo até agora, sobre: O que é, para que serve e como calcular os seguintes indicadores financeiros.

  • Ticket Médio
  • Margem de Contribuição
  • Lucratividade
  • Ponto de Equilíbrio

Existem outros indicadores que estarei apresentando e mostrando como utilizar aqui neste blog, por isso é importante que você se inscreva.

Basta colocar seu e-mail nesta caixa na barra lateral a esquerda e Pronto.  OU se preferir pode entrar clicando aqui.

 

Eu gostaria de  saber a sua opinião sobre este artigo através de um comentário logo abaixo.

E, se esta informação foi útil para você, aproveite para compartilhá-lo com um amigo ou amiga através dos botões sociais no final.

 

Obrigado e até a próxima.

 

 

Luiz Augusto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *