O QUE NÃO SE MEDE, NÃO SE PODE GERENCIAR

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

MEDIR PARA GERENCIAR

controle de desempenho

Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, ou seja, não há sucesso no que não se gerencia(adaptado de W. Edwards Deming).”

           Por mais atento e disponível ao negócio for o empresário, se não houver um controle de desempenho, muitas vezes não sabe quais são os pontos que necessitam de melhoria ou até mesmo se as decisões tomadas levaram ao algum efeito, seja ele positivo ou negativo.

            Para que haja, esta noção de onde a empresa está, o que realmente contribui ou não para os resultados alcançados, é imprescindível a implantação de indicadores.

CONTROLE DE DESEMPENHO - INDICADORES

     Um Indicador-chave de desempenho (em inglês Key Performance Indicator KPI, ou até mesmo como "Key Success Indicator" KSI), são ferramentas de gestão para se realizar a medição e o consequente nível de desempenho e sucesso de uma organização ou de um determinado processo, focando no “como” e indicando quão bem os processos dessa empresa estão, permitindo que seus objetivos sejam alcançados.

         Existem diferentes categorias de indicadores, que podem ser indicadores quantitativos, indicadores qualitativos, principais indicadores, indicadores de atraso, indicadores de entrada, indicadores de processo, indicadores direcionais, indicadores acionáveis e indicadores financeiros.

       Um exemplo do dia a dia de um comércio seria algo como:

 Taxa de Crescimento de Clientes

Mais importante do que saber quantos clientes você tem é saber qual a rapidez com que essa base de clientes está crescendo, e compará-la com mercado. Indicadores brutos normalmente são ruins pois eles sempre aumentam (se você fizer tudo certo, claro). Ou até mesmo, ainda mais importante, é saber quantos estão comprando com regularidade.

Mas se você é capaz de demonstrar um crescimento de 10% ao mês, nos últimos 6 meses, é um ótimo sinal: sua empresa está vendendo muito bem!

Control de desempenho - Custo de Aquisição de Clientes

Você poderia medir  também quanto custa trazer um cliente para sua empresa.   E também poderá com este índice ter uma gestão maior sobre sua equipe de Marketing, verificar realmente se está entregando o resultado esperado;  Veja que um bom controle de desempenho, procura medir áreas sensíveis para cada negócio.

O custo de aquisição de clientes (CAC) representa tudo o que a empresa gasta para adquirir seus clientes num determinado período. O cálculo é feito somando-se todos os custos com os times de Vendas e Marketing (salários, ferramentas, etc.) e dividindo-se pelo número de clientes conquistados.

É essencial para toda empresa conhecer o seu CAC e traçar ações para que ele caia o máximo possível.

E o seu site, quantas visitas têm? Qual página mais visitada? Quantos clicaram em algo que você indicou?

 

   Muitos empresários "gastam rios de dinheiro" para fazer um site para divulgar seus negócios e não veem melhoria alguma na sua base de clientes.

    Isto muitas vezes ocorre por que não há uma preocupação em levar conteúdos relevantes para as páginas ou mesmo ter estratégias para aumentar a audiência do site.

    Existem ferramentas gratuitas que respondem rapidamente as perguntas deste tópico, procure saber mais sobre Google Analytics

   Com esta ferramenta você acompanhar um infinidade de ações inclusive acompanhar cada campanha online que foi feita, saber qual a origem do tráfego que levou a teu site, qual cidade, público, etc.

  Continue lendo este artigo

           A revista Exame, através do texto de Tadeu Pagliuso, traz um artigo muito interessante sobre esta Inevitável Causa e Consequência, onde vem corroborar com nosso Post, dizendo que:

               "Por incrível que pareça ainda um número considerável de organizações encontra muita dificuldade para definir indicadores de desempenho e metas aos seus objetivos estratégicos e respectivos processos.

               Na definição da métrica ou da fórmula ou da estrutura  de um indicador de desempenho, ainda existe o viés de se buscar monitorar somente valores absolutos, por exemplo: número de horas de capacitação por pessoa por ano ou faturamento bruto anual."

              Busco nas conversas orientar a organização sobre a importância de termos os parâmetros de comparação, internos e externos e como implantar estes controles.

             Assim, Buscar  "melhoria continua" é uma forma de profissionalizar o negócio, e o controle de desempenho é essencial pois gerir significa entre outras coisas, saber onde estamos e onde queremos estar.

Perguntas como:

  • Estamos próximos ou não de alcançar os objetivos?
  • Qual área da empresa precisa de reforço?
  • Que produto dá maior retorno?
  • Tenho estoque suficiente?

Devem ser respondidas instantaneamente para que sejam evitados retrabalhos e desperdícios.

             Por fim, vale salientar que a  organização inevitavelmente precisa procurar ter como princípios: Atender as necessidades dos clientes, gerar dividendos aos acionistas e proporcionar boas condições   aos trabalhadores.

Sempre que escrevo um post eu espero que ele seja útil, fique à vontade para comentar e compartilhar.

Veja também estes artigos abaixo sobre gerenciar empresas:

Como Gerenciar uma empresa? Veja 9 passos que você não pode esquecer!

Cartão BNDES crédito para ampliar a empresa a juros baixos

[planilha] Controle de Tempo e Atividades: Quanto tempo sua equipe leva para fazer as atividades?

Forte Abraço e até o próximo artigo!

 Luiz Augusto